O Linux é a melhor opção

Personaliza o teu XFCE – Introdução

Posted on: dezembro 28, 2016


 

Estimados leitores,
Por diversos motivos, não tenho tido tempo para colocar novos posts, pelo que desde já peço desculpa !
Aproveito o facto de estar a terminar o ano 2016, para desejar a todos os leitores um bom ano 2017 com tudo de bom 😉

Este é o primeiro post de uma série de posts sobre como personalizar o teu XFCE.
Quando tive o primeiro contacto com o XFCE, apesar de se leve e rápido, tinha ideia que a interface era em tons de cinza a lembrar o WindowMaker, mas com o uso apercebi-me que estava errado, e que o XFCE é altamente personalizável.

História

Em 1997, Olivier Fourdan cria a primeira versão do Xfce, que era uma painel feito com um toolkit chamado XForms.
Em 1998, ele lança a versão 2.0, adicionando a Xfwm, o gerenciador de janelas do Xfce.
Olivier tenta incluir Xfce no Red Hat Linux, mas não pôde, devido à licença proprietária, na época, do XForms.
Então, na versão 3.0, Xfce é reescrito em GTK+, um toolkit popular utilizado no GIMP. A partir da versão 3.0, a licença do Xfce passa a ser GPL.
Em 2003, Xfce 4.0 é lançado, adicionando suporte ao GTK+ 2

O XFCE foi evoluindo aos poucos e poucos, partindo da versão 2.0 ou 3.0 mais básica com interface pouco atractiva, e hoje em dia é um dos melhores ambientes de trabalho, muito atrativo e personalizável.

Para abrir o apetite, dá uma vista de olhos no tour de uma das versões mais recentes do XFCE 😛
https://www.xfce.org/about/tour

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Sondagem

%d blogueiros gostam disto: