O Linux é a melhor opção

Posts Tagged ‘distro

Com a introdução do Fedora 22, entre outras novidades, o bom e velho YUM (Yellowdog Updater, Modified), deu lugar ao DNF (Dandified Yum), que tem uma série de vantagens sobre o yum, tais como, um melhor desempenho e gestão de memória.

O FEDUP (FEDora UPgrader), com a introdução do Fedora 23, tornou-se insuportável, dando lugar ao DNF.

Ainda há bem pouco tempo, fiz upgrade do Fedora 22 para o Fedora 23 com o DNF, e as minhas primeiras impressões foram bastante positivas 😉

Como fazer upgrade do Fedora com o DNF ?

  1. Por motivos de segurança, faça backups de todos os seus ficheiros e pastas importantes !
  2. Actualize o seu sistema
    # dnf update
    Obs: o # na shell / terminal, quer dizer que está loginado como root ($ root -)
  3. Reinicie o computador
  4. Instale o plugin systemupgrade do DNF
    # dnf install dnf-plugin-system-upgrade --best
  5. Inicie o download do upgrade
    # dnf system-upgrade download --releasever=23 --allowerasing
    Atenção: neste caso é para fazer upgrade para o Fedora 23, se fôr para outra versão mais recente, não se esqueça de mudar a versão a seguir a –releasever=.
  6. Inicie o processo de upgrade
    # dnf system-upgrade reboot
    Atenção: Apenas se deve executar este passo se no passo 5) ocorreu com sucesso !

    Quando este comando é executado, o computador reinicia, no grub / boot entra pelo kernel que iniciou da última vez antes do upgrade, e após ter carregado o sistema, inicia o processo de upgrade, que demora bastante tempo (pelo menos 30 minutos)

    Obs: pressione ESC para acompanhar em modo texto o que está a decorrer !

    Findo este processo de upgrade, o computador reinicia, no grub / boot, seleccione a entrada correspondente à nova versão do Fedora (neste caso Fedora 23).

  7. Refaça a base de dados do RPM
    # rpm --rebuilddb
  8. Para evitar problemas faça a sincronização da nova versão do Fedora
    # dnf distro-sync --setopt=deltarpm=0
    Atenção: Jamais execute # dnf update antes deste passo, senão pode dar barraca !
  9. Caso tenha instalado o Google Chrome
    • Se o Fedora instalado for de 32 bits, apague apenas o repositório
      # rm /etc/yum.repos.d/google-chrome.repo
      Obs: O Google Chrome para Linux a 32 bits foi descontinuado, agora apenas está disponível para versões do Linux a 64 bits !
    • Se o Fedora instalado for de 64 bits, execute:
      # dnf remove google-chrome*
      # dnf install google-chrome-stable

Bom, espero que este tutorial vos seja útil 😉

Links:
http://www.if-not-true-then-false.com/2015/fedora-22-to-23-upgrade-dnf/
https://www.phoronix.com/scan.php?page=news_item&px=Fedora-Fedup-Being-Replaced
https://fedoraproject.org/wiki/Features/DNF
http://linuxcentro.com.br/download-linux/analise-fedora-22/

Anúncios

Caros leitores,
Já chegou finalmente a primeira versão do KDE Frameworks 5 desde o dia 1 de Julho, com excelentes novidades, neste novo ciclo de desenvolvimento do KDE 😉
O KDE Frameworks 5 herdou e melhorou toda a experiência, maturidade e estabilidade encontrada nas versões (ou releases) 4.X.
As grandes novidades desta versão, são a reorganização das bibliotecas do KDE (kdelibs), e a nova versão do plasma designado por plasma next ou plasma 2.

 

Reorganização das bibliotecas do KDE

Reestruturação do kdelibs

Reestruturação do kdelibs

As bibliotecas do KDE são atualmente a base de código comum para (quase) todas as aplicações do KDE. Eles fornecem a funcionalidade de alto nível, como barras de ferramentas e menus, verificação ortográfica e acesso ao arquivo.
Atualmente o kdelibs é distribuído como um único conjunto de bibliotecas integradas.

Com o KDE Frameworks 5, essas bibliotecas foram reformuladas num conjunto de módulos multi-plataforma e independentes, estruturadas em categorias e níveis consoante ilustrado na figura à direita, que estarão disponíveis para todos os desenvolvedores do Qt.

 

Nova versão do plasma

A nova versão do plasma está muito mais limpa e moderna, o que melhora o contraste e reduz a poluição visual em todo o ambiente de trabalho, e traz um maior nível de flexibilidade e consistência.

Agora deixo-vos 2 vídeos da nova versão do plasma, que é de ficar de boca aberta, o novo plasma está mesmo muito fascinante 😀

Links
https://dot.kde.org/2013/09/25/frameworks-5
http://www.kde.org/announcements/plasma5.0-beta2/

Embora cada vez menos, ainda existe aquele mito de que o software livre não presta, o que é totalmente errado 😦
Hoje em dia, existe software livre de excelente qualidade (exemplo: Firefox) 😉
Na sequência dos últimos posts, desta vez vou abordar de um modo geral, o Software Livre disponível para Linux equivalente ao software existente para Windows.

Tipo de Software: Software para WindowsSoftware para Linux

  • Internet
    • Browsers: Internet Explorer – Firefox, Google Chrome, Konqueror
    • Correio electrónico: Outlook Express, Microsoft Outloook – Thunderbird, Evolution, Kmail
    • Mensageiros: Windows Live Messenger, Skype, Trillian – InstantBird, Pidgin, aMSN, Emesene, Ekiga
    • FTP: Dreamweaver, Smart FTP, Cute FTP – FileZilla, FullSync
    • Torrents: Vuze, Utorrent – QBitTorrent, FrostWire, Transmission, Deluge
  • Office
    • Suite de Office: Microsoft Office – LibreOffice, OpenOffice, Calligra
    • Gestão de Projectos: Microsoft Project – ProjectLibre, Planner
    • Ler PDFs: Adobe Reader – Okular, Evince
    • Converter para PDF:Acrobat Distiller, PDFCreator – Cups-pdf, LibreOffice, OpenOffice
  • Gráficos
    • Editores de Imagem: Photoshop, Corel Draw – Gimp, Inkscape
    • Gestão de fotos: Picasa – Digikam, ShotWell
    • Ver imagens: Visualizador de Fotografias (do próprio windows) – Gwenview, Eog, ShowFoto
  • Multimédia
    • Média Players: Windows Média Player, PowerDVD, Winamp – VLC, Mplayer, aTunes, Amarok, Musique, Clementine, Banshee, RhythmBox, Totem
    • Edição de áudio: Soud Forge – Audacity, Ardour
    • Gravar CDs / DVDs: Nero – K3b, Brasero
    • Fazer capas CDs / DVDs: Nero, Acoustica CD/DVD Label Maker – KoverArtist, CoverDesigner, Kcdlabel

Links
http://wiki.linuxquestions.org/wiki/Linux_software_equivalent_to_Windows_software

Se necessitarem de software específico ou acharem que falta algum software relevante, não hesitem em deixar nos comentários 😉

Estimados leitores,
Em primeiro lugar queria agradecer o facto de seguirem o meu blog, só nas últimas semanas aumentou imenso o n.º de seguidores 😉

Como a maioria deve saber, uma das melhores versões do Windows, refiro-me ao XP, dentro de cerca de 4 dias deixará de ter suporte !
http://www.microsoft.com/en-us/windows/enterprise/end-of-support.aspx

Certamente que muitos utilizadores do Windows XP farão a pergunta: E agora o que fazer ? Atualizar para o Windows 8.1 ou instalar outro sistema alternativo ?
No último post, foram indicadas uma série de boas razões para mudar para o Linux 😉

É possível utilizar o Linux só pelo ambiente gráfico, sem a necessidade de recorrer ao terminal e executar algum comando.
No entanto para os que gostam de mexer na linha de comandos, e estavam habituados ao ms/dos, aqui vai uma lista com alguns comandos equivalentes aos do ms/dos para o Linux 😉

Boa tarde caros leitores,

Últimamente muito se tem falado acerca do final do suporte do Windows XP, o que na prática quer dizer que o seu computador ficará mais vulnerável a falhas de segurança, se mesmo assim continuar a utilizar o XP !
http://pplware.sapo.pt/informacao/custos-com-windows-xp-disparam-com-fim-do-suporte/

As principais alternativas disponíveis são: migrar para o Windows 8.1, para o MacOs ou para o Linux !
Aponto de seguida uma série de boas razões para migrar para o Linux, e digo com toda a certeza que tenho assistido a pessoas que utilizavam o Windows Xp e se aventuraram no Linux, mesmo não sabendo a bem dizer nada !

Segurança & Estabilidade
Não é por acaso que cerca de 90% dos servidores usam Linux !
O Linux é bastante mais seguro, além disso a maioria das distribuições do Linux já vêm com uma firewall bastante eficaz, o que de certo modo dá uma certa proteção ao utilizador !
Em regra geral, no Linux não há virus, spyware … o que quer dizer que nem precisamos de anti-virus, anti-spyware … o que de facto é mto bom 😉 Basta ver que por exemplo o Linux não corre nativamente exe’s !
Além disso o Linux é muito mais estável e é mto raro bloquear !

Fácilidade de utilização
Ao contrário que muitas pessoas possam pensar, o Linux não é apenas para programadores, utilizadores avançados, ou geeks !
Nunca foi tão fácil utilizar o Linux, e hoje em dia pode-se fazer a bem dizer tudo usando a interface gráfica, sem ter que recorrer ao terminal, quase todas as distros do Linux têm, uma central de programas, onde pode escolher que programas quer instalar de um modo simples e fácil de utilizar !
A instalação do Linux é muito intuitiva e fácil de utilizar !
Ou seja, não precisas de saber muito para utilizar o Linux 😉

Rápidez
O Linux bateu o recorde com apenas 20 segundos de boot ou de arranque ! 🙂
Além disso pode-se instalar os programas que quisermos que a rapidez do Linux não será afectada, falo por experiência própria 😉

Liberdade
A partir do momento em que passa a utilizar o Linux, acabaram-se as preocupações em arranjar cracks ou em pagar as licenças …. uma vez que no Linux é tudo software livre, e portanto a custo zero para o utilizador !
Claro que existem soluções entreprise para empresas que se pagam, mas isso é outra história !
Há quem diga que por ser gratuito não pode ser bom, é um dos piores mitos que pode haver sobre o software livre e o Linux que está completamente errado !
No Linux tb encontramos software livre de excelente qualidade 😉

Requer poucos recursos
Ao contrário do Windows, o Linux funciona com recursos mais modestos de hardware, inclusivé existem distribuições do Linux que rodam em máquinas antigas 🙂


Suporte
Existe uma infinidade de blogs, fóruns, comunidades … onde podes ir buscar informações e tirar as tuas dúvidas ! 🙂

Links
http://softwarelivre.org/mslguarulhos/software-livre-quer-um-motivo-para-usar-linux-te-damos-15

Estimados leitores,

Espero que tenham tido umas boas festas, e desejo a todos um bom ano 2014, que seja tão bom ou se possível melhor do q 2013 😉
Quero aproveitar a ocasião para agradecer, a todos aqueles que em 2013 visitaram este blog. e elevaram ainda mais as estatísticas anuais, comentando, partilhando nas redes sociais … 😉
Espero que neste novo ano de 2014 os posts sejam ainda mais, de boa qualidade, e que continuem a seguir este blog assiduamente e espero conseguir ter ainda mais seguidores …. !

Aproveito para divulgar as páginas nas redes sociais deste blog, que em 2013 aumentaram muito significativamente de número visitadores, as quais têm notícias diárias interessantes 😉
https://plus.google.com/b/113531263922758617384/
https://www.facebook.com/linuxbestchoice

Obrigado !

The WordPress.com stats helper monkeys prepared a 2013 annual report for this blog.

Here’s an excerpt:

The concert hall at the Sydney Opera House holds 2,700 people. This blog was viewed about 11,000 times in 2013. If it were a concert at Sydney Opera House, it would take about 4 sold-out performances for that many people to see it.

Click here to see the complete report.

Se pensam que a instalação perfeitamente autónoma e acessível é apenas uma característica exclusiva do Ubuntu, Linux Acessível … então desenganem-se, porque hoje em dia a instalação do Fedora é perfeitamente acessível
Vejam esta review que prova que a instalação do Fedora é perfeitamente acessível ! 😉

Link:
http://softlivrept.wordpress.com/2013/11/12/quem-disse-instalacao-fedora-nao-e-acessivel/